terça-feira, 10 de abril de 2018

DESIGREJADOS - UM ALERTA A COMUNIDADE EVANGÉLICA



O que ocorre hoje nas denominações é algo assombroso. As pessoas que se dizem cristãs perderam qualquer respeito e pudor pelas instituições cristãs. Se muda mais de denominação do que de roupas. Estamos vivendo uma época onde os locais de culto viraram local de consumo. Não há nenhum comprometimento com a instituição cristã. Poucas são as denominações que conseguem hoje manter o público constante e fiel. A rotatividade, que antes ocorria por motivos excepcionais, agora ocorre por questões banais, insubmissão corriqueira e incontrolável. Como ser igreja restringi-se apenas a ir a um culto evangélico. O fato é que aquilo que era algo isolado, pontual, minoritário, agora se mostra majoritário e comum. Está claro na minha observação de pesquisador do comportamento religioso e apologista cristão que isso se deve ao fato do surgimento das igrejas neopentecostais. Mas, não entrarei aqui neste mérito da questão, pois já falei muito sobre esse movimento tanto aqui no blog, como no meu livro escrito mais detalhadamente sobre os desigrejados.

Os evangélicos viraram tipo os “católicos não praticantes” que, antes se resumia apenas a esse segmento do cristianismo, hoje, no meio evangélico tornou-se comum “evangélicos não praticantes”. O desigrejado é tipo assim: Um período é da igreja x, depois passa para a igreja y, e em pouco tempo se estar na igreja z. Além disso, no tempo que se passa na igreja x, y e z não se tem qualquer fidelidade ou comprometimento com a instituição frequentada. É como se fossem lojas, supermercados, feiras de fim de semana. Onde você entra, e lhe é proposto um monte de publicidade, ofertas, produtos, artigos, da fé, ícones religiosos, palavra focada no que se deseja ouvir, tudo ao gosto do “fregues”.

Aqueles que fazem parte das instituições cristãs, membros fiéis das denominações, os que estão “igrejados”, precisam tomar uma postura mais incisiva na exortação e repreensão dos ausentes e inconstantes. Deixar essa missão na conta da liderança é um desserviço a eclesiologia. Pois ser igreja não é função pastoral, mas de todos. A Bíblia quando aborda o tema ela diz:

quarta-feira, 28 de março de 2018

RECADO PARA A TV RECORD E SBT



Vocês estão esperando o quê para o jornalismo de vocês ter uma posição pro-família tradicional, pro-vida, pro-conservadora?

É, porque a Rede Globo Biased News já faz tempo que se posicionou contrária. Não existe mais um dia na porcaria desse jornalismo que não tenha de empurrar na mente do povo ideologias anti-vida, anti-conservadora, anti-família tradicional.

quarta-feira, 7 de março de 2018

A IGREJA DE JESUS CRISTO DOS SANTOS DOS ÚLTIMOS DIAS É UMA SEITA?



Por incrível que pareça, enquanto a Igreja Mórmon (vamos assim resumir o título denominacional) chama de “apóstata” todo o movimento cristão fora do seu arraial, esta por sua vez torna-se de fato, por causa de alguns dos seus ensinamentos fora do arraial bíblico, cristológico, soteriológico e eclesiástico. Se não, vejamos: Toda seita adiciona algo a Palavra de Deus (a Bíblia), subtrai algo da pessoa de Jesus, multiplica por obras a obra da salvação e divide a fidelidade entre Deus e a organização. Baseado nessas quatro operações, a Igreja Mórmon possui forte confirmação:

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

O NOME JEOVÁ PODERÁ SALVAR ALGUÉM? Mensagem as Testemunhas de Jeová


“Porque: Todo aquele que invocar o nome de Jeová será salvo.” Rm.10.13 (TNME)

Quando lemos este texto na Tradução Novo Mundo das Escrituras (TNME) a primeira pergunta que nos vem em mente é: Como posso invocar um nome híbrido e ter a certeza que serei salvo?

O nome “Jeová” surgiu do hibridismo de vogais emprestadas de um nome hebraico dado a Deus: “Adonay” (traduzimos “Senhor”). Tomaram as vogais “a,o,a” e inseriram entre as consoantes do nome divino YHVH (que chamamos de tetragrama), formando a palavra “Yahovah” ou, aportuguesado “Jeová”.

Para podermos entender bem porque isso foi feito, precisamos conhecer um pouco da língua hebraica e do trato do povo judeu com o nome divino. No hebraico não se escreve as vogais, só as consoantes. Na leitura do texto as vogais exigidas eram inseridas. O povo de Israel temia usar o nome divino em vão, assim evitavam pronunciar o nome substituindo-o por outro nome: “Adonay”. Chegando à palavra YHVH lendo o texto bíblico, diziam “Adonay” ou “O Eterno” para evitar o uso do nome revelado sem o devido respeito. A própria TNME, no “apêndice” página 1420, admite que copistas posteriores da LXX grega substituíram o tetragrama hebraico הוהי (YHVH) pelo título grego κυριος (kurios: “Senhor”; “amo”). Como o nome que Moisés lhes havia transmitido não era pronunciado (Êx.3.13-15), o tempo passou e foram esquecidas as vogais deste nome.

Assim, o nome “Jeová”, “Yahovah” ou “Iahovah” não consta nos manuscritos originais, nunca foi pronunciado assim pelas pessoas da Bíblia. Nenhum erudito em sã consciência afirmaria que o nome “Jeová” foi formado corretamente ou que este nome está assim no texto hebraico. O que consta são apenas as consoantes הוהי (YHVH), que são atualmente impronunciáveis.

Então outra pergunta surge conseqüentemente: Se o nome de Deus é impronunciável, como Paulo recomendava este nome para os cristãos invocarem e serem salvos?

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

DEZ ANOS DO BLOG ANTI-HERESIAS

Dez postagens foram escolhidas para serem publicadas no meu livro edição comemorativa do blog Anti-Heresias - 10 anos. E os comentários, até a data de publicação, foram incluídos. As postagens que saíram no livro foram:

1. A Origem do "Reteté" e a Raiz do Problema dos Modismos
2. É Correto Batizar Pessoas Amasiadas?
3. A Diferença entre Evangélicos e Testemunhas de Jeová
4. Resposta Apologética a Vídeo da Verdade Oculta
5. A Igreja Evangélica Tabernáculo da Fé é uma Seita?
6. A Diferença entre Evangélicos e Adventistas
7. A Igreja Voz da Verdade é uma Seita?
8. Orar no Monte. É Bíblico? É Cristão?
9. Heresias do Ministério de Witness Lee
10. Pecados de Família X Maldição Hereditária. Qual desses Assuntos tem Respaldo Bíblico?




















Mande um alô para anti-heresias@hotmail.com e seja sorteado com esse livro.