sábado, 29 de setembro de 2018

A POLÍTICA BRASILEIRA DE LÁ PRA CÁ

Para quem não sabe, quando os militares entregaram o poder aos civis, com a tal da "redemocratização", os políticos que apareceram e voltaram para o Brasil eram quase maioria esquerdistas. Daí, quando iniciaram os trabalhos políticos, formaram os partidos: PT, PSDB e PMDB. O primeiro tinha perfil de comunista radical, o segundo de perfil comunista adocicado e o último se propunha um pseudo perfil de neutralidade. O PFL, trazia uma falsa aparência de direita, e só decepcionou, pois sempre adocicava seu perfil para não sofrer oposição. Enfim, na prática, todos estavam a serviço ou controle da esquerda. E representaram desde então a "redemocratização" do Brasil.

Atualmente, nada mudou. O PMDB, que agora virou MDB faz o mesmo papel, com a pseuda neutralidade, onde tá Meirelles. O Alckmin faz uma disfarçada oposição ao PT, pois, na história desse país, tudo não passou de uma troca de poder socialista. Alckmin tá preocupado com Bolsonaro, porque este rompe a falsa disputa que a décadas se sustentava no Brasil. Marina é cria da esquerda tipo "vovó dinossauro". Ciro é esquerda alternativa, tipo "se não tem tu vai tu". É fumaça pra confundir o eleitorado. Haddad é o poste do Lula (que tá preso). Representa a briga pela esquerda se manter no poder, que estar desde 2002.

ESSA ELEIÇÃO DE 2018 constitui a REAL batalha entre esquerda e direita. Muitos eleitores chamam de "extrema direita" por ter se acostumado com essa dissimulação histórica de oposição que NUNCA HOUVE. TODOS FORAM, desde que os militares entregaram o poder, controlados pelo esquerdismo.

PORTANTO, amigos do blog ANTI-HERESIAS, estamos numa REAL BATALHA onde você tem que se definir de que lado você está. Se você é cristão conservador, pode até votar em protótipos de direita como João Amoêdo e Álvaro Dias, mas eles não têm poder de fogo eleitoral para derrotar a esquerda. Assim, JAIR BOLSONARO não é um candidato de extrema direita, mas de extrema necessidade, e um oponente REAL que, nessas 3 décadas de civis governando o Estado Brasileiro, nunca existiu. Todos farinhas do mesmo saco.

Créditos das afirmações históricas do prof. Olavo Carvalho.

Nenhum comentário: