segunda-feira, 4 de março de 2013

RESGATANDO A ESSÊNCIA DO CRISTIANISMO



Texto base: Mateus 15:1-20

“A vida cristã é diferente, mais difícil e mais fácil. Cristo diz: ‘Dê-me tudo. Eu não quero um tanto do seu tempo, tanto do seu dinheiro, tanto do seu trabalho. Quero você. Eu não vim para atormentar o seu ego natural, mas para matá-lo. Meias medidas não trazem nenhum bem. Eu não quero podar um galho aqui e outro ali, mas quero derrubar a árvore inteira. Entregue todo o seu ego natural, todos os desejos que você julga inocentes, bem como os que você julga iníquos – todo o seu ser. Eu lhe darei um novo eu. Na verdade eu lhe darei o meu próprio eu; a minha vontade se tornará a sua vontade’”. C. S. Lewis

“Você é realmente um cristão ou apenas faz parte do circo chamado igreja evangélica moderna?” Paul Washer

“Se Jesus tivesse pregado a mesma mensagem que os ministros de hoje pregam, ele nunca teria sido crucificado." Leonard Ravenhill

“Se enxergo corretamente, a cruz do evangelicalismo popular não é a mesma cruz que a do Novo Testamento". A.W. Tozer

Vivemos mergulhados em um sistema religioso doentio, caducado e que está para morrer. Não existem mais saídas para esse sistema. Quem tem sensibilidade um pouco de comunhão e intimidade com Cristo e com o seu evangelho puro e simples sabe que NÃO DAR MAIS PARA CONTINUAR ASSIM. Se sente sufocado, precisando respirar mais de Deus, do seu amor, do seu reino. Outros continuam dormindo, sem perceber essas coisas. Porém, Jesus veio e vem até nossas vidas para realizar essa mudança. Basta apenas que olhemos para a sua biografia nos evangelhos e perceber que o que o cristianismo que se tornou hoje, até mesmo o evangélico, não é nem de longe o que assemelharia com a vida e ministério de Cristo e de seus apóstolos. Não é preciso muitos exemplos para se provar isso. Queremos ter o fogo e o ardor da igreja primitiva, mas será que estamos dispostos a vender nossas propriedades e aos irmãos que têm necessidades? (At.2:45; At.4:34,35). Desejamos a unção de Jesus relatada em Isaías 61:1-3 para nossas vidas, mas não queremos abrir mão do viver de aparência e a formosura, não queremos a impopularidade de ter que dizer a verdade para os que vivem no engano ou dormindo o sono da negligência; não queremos se doar por vidas como ele se doou (Is.53:1-8). Queremos ser “heróis da fé”, mas não temos nenhum pouco a vida de renúncia da futilidade e do pecado que eles tiveram (Hb.11:35-39).

Quando Jesus vem ao mundo ele pega o culto israelita envolvido num sistema religioso pautado em normas criadas pelos homens, em estruturas de poder também criadas pelos homens, em pessoas que prezavam por rituais e cerimônias que aquilo que representavam não condizia de fato com suas vidas. Um sistema religioso dirigido por ganância e interesses financeiros. E é a partir daqui, dessa situação, ele começa a transmitir a sua vida e mensagem.

Seus ensinos revolucionários e importantes para resgatarmos a essência do cristianismo estão contidos nessa narrativa de Mateus 15:1-20. Onde podemos transformá-los em aplicações para nossa realidade hoje:

1) Não se foque em ritos, celebrações, realizações ou cerimônias. Busque o significado!
Enquanto os fariseus e escribas se preocupavam com o lavar das mãos dos discípulos de Jesus, negligenciavam o verdadeiro sentido da purificação, que tem que ser de nosso interior. Uma limpeza da alma que só Jesus podia dar.

“Uma pessoa pode ir à igreja duas vezes por dia, participar da ceia do Senhor, orar em particular o máximo que puder, assistir a todos os cultos e ouvir muitos sermões, ler todos os livros que existem sobre Cristo. Mas ainda assim tem que nascer de novo”. John Wesley

2)    Quebre dogmas que sufocam o mandamento de Deus.
Dogmas são decisões que são tomadas ou pensamentos que são concluídos sem que a Bíblia verdadeiramente tenha feito. E muitas vezes sufocam aquilo que Deus determina para que seu povo realize. Aquilo que está claramente disposto na Bíblia. Jesus repreendeu aqueles que criticavam seus discípulos por comerem sem ter lavado as mãos que faziam pior com o mandamento de Deus. Pois com seus dogmas impediam as pessoas de honrarem seus pais (v.3-6).

“Evangelismo superficial já mandou mais pessoas para o inferno do que todos os cultos”. Paul Washer

3)    Busque dia a dia prestar uma verdadeira adoração a Deus.
Jesus cita na ocasião as palavras do profeta Isaías: “Hipócritas! Bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens”. (v.7-9). Jesus conclui com essa declaração que todo credo, doutrina e culto baseado em preceitos humanos torna-se uma adoração, religião inútil.

“Deus escreve com uma pena que nunca borra, fala com uma língua que nunca erra, age com uma mão que nunca falha”. Charles Spurgeon

4)    Não se preocupe com os que defendem o sistema religioso.
Os discípulos estavam preocupados em que os fariseus e escribas ficassem escandalizados com o que Jesus havia dito. Todavia, Jesus responde: “Toda planta que meu Pai celestial não plantou será arrancada. Deixai-os; são cegos, guias de cegos. Ora, se um cego guiar outro cego, cairão ambos no barranco”. (v.13,14). O sistema religioso não foi criado por Deus, mas pelo homem, e um dia esse sistema será destruído. Como não havia aceitação as palavras de avivamento dadas por Jesus, ele declara aos seus discípulos “deixai-os”. Isso é um ato de juízo de Jesus. Não querem? Então fiquem aí com essa hipocrisia! E quem quiser segui-los não terão muito êxito. Pois, também não enxergam. Não conseguem ver nada da essência da fé.

"O cristianismo, se for falso, não tem valor; se for verdadeiro, tem valor infinito. A única coisa que lhe é impossível é ser "mais ou menos" importante". C. S. Lewis

5)    Busque a santificação interior em Jesus Cristo diariamente.
Enquanto os fariseus e escribas cuidavam de uma santificação exterior sem transformação. Jesus apontava para seus discípulos os males que saem de nosso interior, que são capazes de nos sujar moralmente e impedir de refletirmos a imagem de Deus. No verso 19 ele cita algumas das sujeiras que nos bloqueia: “Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias”.

“É como a luz do sol que, embora não tenha favoritos, não pode refletir-se num espelho coberto de pó com a mesma luminosidade com que se reflete num espelho limpo.” C. S. Lewis


Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

Nenhum comentário: