quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

A Igreja Evangélica Tabernáculo da Fé é uma seita?



Toda seita adiciona algo a Palavra de Deus (a Bíblia), subtrai algo da pessoa de Jesus, multiplica por obras a obra da salvação e divide a fidelidade entre Deus e a organização. Baseado nessas quatro operações, a Igreja Evangélica Tabernáculo da Fé possui forte identificação:

Adicionam algo à Bíblia:
William Marrion Branham (1909-1965) é tido no movimento como um profeta semelhante aos profetas bíblicos. E como tal suas palavras são tomadas como palavras de Deus. Dizem: “... Este profeta foi enviado por Deus tal qual saiu da boca dos profetas e apóstolos...” (De Volta a Palavra Original, p.27, Goiânia – Go).

Subtraem algo da pessoa de Jesus:
Jesus deixa de ser uma pessoa na divindade e passa a ser apenas um atributo. O que é bem diferente. Dizem: “... poderia ver que Pai, Filho e Espírito Santo... são três atributos do mesmo Deus...”.(A Palavra Falada, vol.3 n.11, por William Marrion Branham, Gravações “A Voz de Deus”, p.24 # 157 e 25 # 160).

Multiplicam por obra a obra da salvação:
A seita Tabernáculo da Fé é uma crença de cunho abertamente legalista. Percebemos isso nas pregações do programa de T.V “Fé Perfeita”. Veja e comprove clicando AQUI. O legalismo multiplica por obra a obra da salvação, ou seja, não basta só crer em Jesus, o fiel deve seguir algumas “normas” (doutrinas de homens) para se salvarem.

Dividem a fidelidade entre Deus e a organização:
“De acordo com Branham, todas as denominações dentro da cristandade são apóstatas e pertencem ao diabo... os verdadeiros cristãos serão batizados somente no nome de Jesus e seguirão as doutrinas ensinadas pelo apóstolo de Deus da sétima e última era da história da Igreja – William Branham. Fazer parte de qualquer igreja denominacional é ter a marca da Besta”. (Dicionário de Religiões, Crenças e Ocultismo. p.51).

CONCLUSÃO
Todo cristão verdadeiro sabe que só a Bíblia é a Palavra de Deus. E que ela é viva e eficaz (Hb.4.12). Nela está inserida toda a revelação de Deus (2Tm.3.16) e nada precisa ser acrescentado a ela (Pv.30.5,6; 1Co.6.4; Ap.22.18,19).

Todo cristão verdadeiro sabe que Jesus Cristo é uma pessoa distinta das pessoas do Pai e do Espírito Santo. Em João 1.1 nos revela que Jesus estava com o Pai (Deus) e que Jesus possui uma natureza divina (Deus). Em João 8.16 o próprio Jesus disse: “... não sou eu só, mas eu e o Pai...”. Mais adiante ele diz: “...na vossa lei está escrito que o testemunho de dois homens é verdadeiro...” (v.17). Alegando que tanto Ele como o Pai estavam dando testemunho. Vemos claramente aqui que Jesus é uma pessoa e não um “atributo”, bem como o Pai e o Espírito Santo (ver ainda 2Jo.3; Jo.14.16 e etc.).

Todo cristão verdadeiro sabe que a salvação ocorre pela graça de Deus (At.15.11) por meio da fé (Ef.2.8,9).

Todo cristão verdadeiro sabe que grupo nenhum salva, somente Jesus Cristo Salva (At.4.12) e só Ele é o caminho (Jo.14.6). A necessidade da igreja é explícita, mas a existência de uma única igreja verdadeira é flagrante exclusivismo e proselitismo (Rm.15.20).

Ainda tem dúvidas? Entre no site do movimento AQUI Compare em sua Bíblia o que ensinam tire suas próprias conclusões. Que inclusive, não tem uma declaração de fé a disposição no site. Mas, veja o que dizem em uma página do mesmo: "O nosso objetivo é divulgar a mensagem do profeta WILLIAM MARRION BRANHAM que é a Bíblia revelada". Fonte: http://www.avozdedeus.org.br/site/a-igreja/nosso-objetivo.html SOLA SCRIPTURA!