segunda-feira, 2 de novembro de 2009

É CORRETO BATIZAR PESSOAS AMASIADAS? (ATUALIZAÇÃO 02/02/2017)



Tenho visto muitos pastores de igrejas evangélicas batizarem pessoas que vivem intimamente ligadas sem serem conjugalmente unidas pelos laços do matrimônio. E diante disto surgem questões semelhantes a esta: “Uma mulher que aceitou a Cristo e deseja se batizar, mas há 20 anos vive amasiada com um homem que não aceitou a Cristo. Devemos batizá-la?”.
3
Em primeiro lugar, antes de responder esta pergunta devemos definir a palavra “amasiada”: Quem vive em mancebia, amigada, amante, amásia, concubina, mulher ilegítima.

Em segundo lugar, cuidado com aquilo que é extra bíblico, pois pode se transformar em antibíblico, por isso devemos ponderar bastante assuntos desta natureza. Não podemos fechar a questão assim sem uma análise bíblica acurada como se fôssemos “Papas”, notem que a base do protestantismo é a Bíblia Sagrada: “Sola Scriptura”. Rezamos que a Bíblia é a “única regra infalível de fé normativa para vida e o caráter cristão”.

RESPOSTA APOLOGÉTICA AO NÃO BATIZAR PESSOAS AMASIADAS