sábado, 1 de agosto de 2009

CONVÉM AO CRISTÃO CONSUMIR BEBIDAS ALCÓOLICAS?





















Não convém ao cristão essa prática. Digo isso por três motivos:


1º motivo - porque a OMS é muito clara: "o alcoolismo é uma doença progressiva...". Ora, se é progressiva ninguém que se tornou um alcóolatra consumindo três garrafas de vodka, vinho ou rum por semana! Ora, se quem "bebe socialmente" não é um viciado em álcool, veja se ele beberia socialmente vinho sem álcool, cachaça sem álcool ou cerveja sem álcool! Na verdade já são doentes, estão apenas em fase inicial.

2º motivo - porque não há uma clareza nas Escrituras que o vinho tomado nos tempos bíblicos tenha o mesmo teor alcoólico de hoje. E, opinião minha, não acredito que o percentual de álcool dos tempos bíblicos chegue pelo menos perto do que tem nas garrafas de bebidas atualmente. Além do mais, há argumentos que provam que o vinho servido na ceia do Senhor e no casamento em Caná da Galiléia não passava de um xarope de suco de uva.


3o motivo - por causa da alcoolemia: teor de álcool no sangue. As seguintes taxas da presença de álcool no sangue já se consideram intoxicação ou embreaguez: excesso de substância nociva ao organismo presente no sangue:


0.12% (da presença de álcool no sangue) Intoxicação regular: alteração da personalidade, mudança de comportamento. Na prática, três taças de champanhe no indivíduo de 75kg corresponde a intoxicação de 0.137290044 %. Num indivíduo de 55kg duas taças de champanhe já está intoxicado com 0.1239909490909091 %. Em outro de 65kg duas taças e meia já está intoxicado com 0.136540044 %. Num indivíduo mais magro, com aproximadamente 45kg, com apenas uma taça e meia de champanhe ele estará intoxicado com 0.12120226133333335 %.


0.20% (da presença de álcool no sangue) Intoxicação moderada: náusea, vômito, confusão mental, andar cambaleante.
#
0.30% (da presença de álcool no sangue) Intoxicação severa: fala arrastada, diminuição sensorial, distúrbios visuais.


0.40% (da presença de álcool no sangue) idem: Hipotermia, Hipoglicemia, perda do controle muscular, perda da memória.


0.70% (da presença de álcool no sangue) idem: Inconsciência, falência respiratória, convulsões, potencialmente letal.


Existem pessoas que não sabem o quanto estão consumindo de álcool nas bebidas. Então, tire aqui suas dúvidas: cerveja (5%), vinho (11%), champanhe (12%), whisky (36%), cachaça (40%), tequila (46%).


Fonte utilizada: http://webmais.com/db/app/alcoolemia/ - página excluída pelo proprietário link alternativo veja tabela alternativa de taxa de álcool no sangue: saúde.terra.com.br


A posição da Bíblia quanto a "intoxicação" ou "embreaguez" é vista como obra da carne citada em Gl.5.21 “bebedices” do grego “methe” (intoxicação ou embriaguez) e “bêbados” presente em 1Co.6.10 do grego “methusos” (bêbado ou intoxicado). Visto como obra dos pecaminosos ou injustos. Ou seja, obras daqueles que vivem no mundo.

Para refrescar a consciência de alguns evangélicos carnais, deixo o seguinte texto:

“Tais fostes alguns de vós; mas vós vos lavastes, mas fostes santificados, mas fostes justificados em o nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus. Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas.”. (1Co.6.11,12).


Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

Nenhum comentário: