sexta-feira, 1 de julho de 2011

ATOS PROFÉTICOS EXISTEM HOJE?




















NÃO! Os atos proféticos ficaram no VELHO TESTAMENTO. Leiamos: “A Lei e os Profetas vigoraram até João; desde esse tempo, vem sendo anunciado o evangelho do reino de Deus...". Lucas 16.16. Jesus disse isso porque a REVELAÇÃO passou agora para ele próprio. Que naquele momento era o portador da mensagem profética. Como diz a Escritura: "Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo". Hebreus 1.1,2. Jesus trazia agora a revelação. E não mais os profetas.

Ascenso aos céus, Cristo delegou o ministério da revelação das Escrituras aos seus APÓSTOLOS. Dispensando os profetas dessa tarefa. Ele disse: "mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito". João 14.26. A esse respeito escreveu o apóstolo Paulo: "... Quando ele subiu às alturas, levou cativo o cativeiro e concedeu dons aos homens"... "E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres". Efésios 4.8,11. Observe que os apóstolos vêm primeiro. Isso porque no Velho Testamento a missão da revelação das Escrituras era dos profetas, agora no Novo Testamento passa-se aos apóstolos. Veja ainda: "edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular". Efésios 2.20. Mais uma vez os apóstolos vêm em primeiro (veja ainda 1Co.12.28). Isso ocorre porque a eles foi dado o ministério da revelação das Escrituras. Sendo os "apóstolos" representação do Novo Testamento. E os "profetas" representação do Velho Testamento.

Assim, os antigos ATOS PROFÉTICOS do Velho Testamento, mudam para ATOS DOS APÓSTOLOS do Novo Testamento. Que finalmente se encerram com o fim da revelação em Patmos com o apóstolo João, sob a severa recomendação: "Eu, a todo aquele que ouve as palavras da profecia deste livro, testifico: Se alguém lhes fizer qualquer acréscimo, Deus lhe acrescentará os flagelos escritos neste livro". Apocalipse 22.18.

O que eram os ATOS PROFÉTICOS do Velho Testamento?

Eram manifestações dramáticas dos profetas sobre o que aconteceria ou que estava acontecendo com quem a palavra era dirigida. Exemplos:

ATO PROFÉTICO DE JEREMIAS

“Assim me disse o SENHOR: Faze correias e canzis e põe-nos ao pescoço... Agora, eu entregarei todas estas terras ao poder de Nabucodonosor, rei da Babilônia... Todas as nações servirão a ele...”. Jeremias 27.2,6,7.

Nesse primeiro exemplo temos o profeta Jeremias dramatizando o domínio de Babilônia sobre a Terra.

ATO PROFÉTICO DE OSÉIAS

“Quando, pela primeira vez, falou o SENHOR por intermédio de Oséias, então, o SENHOR lhe disse: Vai, toma uma mulher de prostituições e terás filhos de prostituição, porque a terra se prostituiu, desviando-se do SENHOR”. Oséias 1.2

Nesse segundo exemplo temos Oséias dramatizando literalmente a prostituição de Israel com outros deuses. Isso seria um pretexto para os folgados de plantão utilizarem de ato profético. Já pensou? Um prostíbulo de atos proféticos gospel? Deus nos livre! Todavia, o sincretismo gospel atual já é uma baita da prostituição e adultério da Palavra de Deus.

Reflexão: “Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus; antes, em Cristo é que falamos na presença de Deus, com sinceridade e da parte do próprio Deus”. 2Coríntios 2.17

ATO PROFÉTICO DE ÁGABO (remanescente dos profetas do Velho Testamento)

“Demorando-nos ali alguns dias, desceu da Judéia um profeta chamado Ágabo; e, vindo ter conosco, tomando o cinto de Paulo, ligando com ele os próprios pés e mãos, declarou: Isto diz o Espírito Santo: Assim os judeus, em Jerusalém, farão ao dono deste cinto e o entregarão nas mãos dos gentios”. Atos 21.10,11.

Nesse terceiro e último exemplo, temos o profeta Ágabo. A Bíblia pouco fala dele. Remanescente dos profetas do Velho Testamento, Ágabo prediz em um simples ato profético que Paulo seria preso em Jerusalém.

ATOS PROFÉTICOS PODEM SER CONFUNDIDOS COM OS AGOUROS DA FEITIÇARIA

Os atos proféticos do Velho Testamento eram usados como uma forma de declarar figurativamente algo que estava acontecendo ou estava para acontecer. E não o contrário. Quando é feito para que algo venha acontecer, já não é mais ato profético e sim feitiçaria, isto é, vulgarmente conhecido como “trabalho de macumba” ou “despacho”. Biblicamente conhecido como “agouro, feitiço, prognóstico”. Coisa impensável na vida dos santos profetas do Velho Testamento. Todavia, é o que os falsos profetas têm feito hoje em nome de Deus. Isso ocorre porque não há mais atos proféticos. O período da revelação encerrou-se. Daí o que sobra é só misticismo, esoterismo, sincretismo gospel. Pura “forçação de barra”.

“Não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR, teu Deus, os lança de diante de ti”. Deuteronômio 18.10-12. (o grifo é meu).

CONCLUSÃO

Em fim, ato profético não é fazer uma “marcha para Jesus”, “entrar no prédio da igreja com arca da aliança de isopor tocando trombetas” ou “fazer uma coluna de obreiros para o povo passar por baixo”. Ato profético nem existe mais. Esses supostos “atos proféticos” atuais nem se comparam com os atos proféticos que existiram. O fato é que hoje o cristão deve orar a Deus pedindo-lhe providência e socorro sobre suas necessidades e situações no mundo. Num ato de humilhação. E só. Chega de imbecilidades de gente que se cansa da Palavra de Deus e fica inventando novidades. E ainda diz que isso é ser bíblico. Se fossem?! A Bíblia seria o suficiente.

Veja o que é ser bíblico clicando aqui

Dúvidas e esclarecimentos escreva para: web-assessoria@bol.com.br
Direito de resposta: coloque abaixo seu comentário e aguarde a liberação do moderador do blog.

Nenhum comentário: